PREENCHA COM SEU EMAIL PARA ASSISTIR
GRATUITAMENTE O PRIMEIRO EPISÓDIO DA MINISSÉRIE FAIXA CORAL
 
Type in your email and watch the first episode
of the miniseries "Red and Black Belt" completely free of charge.
Buscar

Black Belt: Ontem, hoje e amanhã.

Atualizado: Jan 28

Alcançar a faixa preta no Jiu Jitsu é uma das conquistas mais respeitáveis no mundo das Artes Marciais. Apenas uma porcentagem muito pequena daqueles que começam a treinar se tornará um Faixa Preta. Há uma variedade de razões pelas quais as pessoas deixam de praticar a arte. Pode ser a falta de conhecimento ou profissionalismo, tornando a vida dos faixas brancas difícil de aguentar, ou a ausência de uma metodologia comprovada freqüentemente apresentando pequenos desafios para os faixas azuis, para que eles sintam o progresso. Talvez o ambiente e a cultura não sejam acolhedores para as mulheres de qualquer faixa.




Além disso, todos nós sabemos que se o aquecimento durar mais do que 90 segundos, você, sem dúvida alguma, perderá todos os seus faixas roxas.


Os faixas marrons tendem a perseverar. Eles estão tão perto da tão desejada faixa preta que decidem simplesmente insistir. Uma coisa é certa: é preciso uma disciplina e perseverança surreal para que você se torne um Faixa Preta de Jiu Jitsu. Você tem que ser realmente duro!


Mas, será que ser duro é suficiente para que você seja um Preta de Jiu Jitsu? Passamos grande parte do século 20 tentando provar a eficiência de nossa Arte para o mundo. Os praticantes tinham que estar sempre prontos pra tudo. Durante muito tempo, era muito comum que seu professor te colocasse num desafio contra outra arte, sem nenhum aviso prévio. De uma hora para outra, lá esta você, brigando contra um completo estranho num "vale tudo" clandestino.


Este cenário acontecia frequentemente, e muitas vezes estes desafios nem eram tão amigáveis assim. Se você quisesse se tornar faixa preta, teria que sobreviver às brutais lutas diárias e ocasionalmente defender a honra da arte contra um adversário que estaria disposto a fazer qualquer coisa para "derrotar o Jiu Jitsu".


Ser Faixa Preta no passado comunicava sua dureza de forma inequívoca. Em certo sentido, isso era praticamente tudo o que se precisava. O Faixa Preta não era obrigado a ser um treinador ou mesmo a dar aulas, mas se eles desejassem fazer isso, tudo o que tinham que fazer era imitar seu professor. Bastava fazer o que o professor sempre fazia que tudo daria certo.


A arte e o esporte mudaram muito desde então. O Jiu Jitsu está em todo o mundo e é certamente a Arte Marcial que mais cresce hoje em dia. Tudo mudou! Estamos nos tornando cada vez mais profissionais a cada dia. As aulas são mais curtas, as grades de horários são otimizadas, os tatames são higienizados, os uniformes são obrigatórios; os torneios rolam todos os fins de semana em todos os lugares e, de vez em quando, as aulas até começam na hora hoje em dia.

O praticante também mudou. Donas de casa, contadores, professores, garçons, universitarios e pessoas de todas as idades e estilos de vida, agora passam pelas portas de nossas escolas e muitos não estão realmente interessados em "serem duros". A famosa resenha, a liberação do estresse, a perda de peso e o senso de comunidade são muito mais atraentes para eles.


Estamos aprendendo a implementar metodologias, que acomodem essas necessidades, sem vendermos nossas almas.


Os faixas pretas que vivem neste ambiente inevitavelmente sentirão a necessidade de se adaptar. Os faixas pretas que não viveram os "velhos tempos" talvez nem conheçam uma realidade diferente da que vivemos agora.


Mas como o faixa preta de hoje mudou?


Enquanto há 20 anos, ser duro era o único requisito, agora é apenas um entre muitos. As redes sociais são excelentes razões para que nossos faixas pretas operem de uma maneira diferente. No mundo de hoje, o que quer que você faça, pode viajar pelo mundo em meio segundo. Todo mundo sabe de tudo! Quer você use as redes sociais ou não, as pessoas saberão o que você faz. Um faixa preta representa uma escola, uma equipe em algum lugar, e o que quer que faça, refletirá sobre sua equipe, sobre sua escola, sobre seu professor, e etc... À medida que o mundo do Jiu Jitsu se torna cada vez mais profissional e a concorrencia aumenta, as escolas não podem se dar ao luxo de ter sua reputação manchada por nada, nem ninguém. O faixa preta tem que ter uma vida social que passe no "teste das redes sociais" se eles quiserem ficar em qualquer lugar por um período de tempo mais longo.


No mundo de hoje, o faixa preta de Jiu Jitsu também tem que lutar muito fora dos tatames se quiserem ser competidores, treinadores ou qualquer tipo de profissional de Jiu Jitsu. Todas as empresas envolvidas no Jiu Jitsu, e estas não são muitas, estão se promovendo através do marketing digital, não apenas com anúncios pagos, mas se associando a figuras populares do esporte que representam suas marcas.


Em outras palavras, boa sorte para conseguir qualquer patrocínio significativo se você estiver na segunda página do Google.


Os atletas, mais do que nunca, têm que se conectar com seus fãs, promover suas marcas, dar entrevistas, aprender a gerenciar, produzir conteúdo e ainda serem duros, mas a dureza por si só não é mais suficiente.

A distância parece abismal quando comparamos o Faixa Preta de ontem com o de hoje, mas se o Jiu Jitsu mantiver o ritmo de crescimento atual, nos próximos 20 anos a distância entre o Faixa Preta de amanhã e o de hoje será ainda maior.



Posts recentes

Ver tudo

BJJFLIX® - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS  2019